(¯`·._.·[SEJA BEM VINDO]·._.·´¯)

Há duas formas para viver a vida: uma é acreditar que não existe milagre... a outra é acreditar que todas as coisas são um milagre!

Albert Einstein.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

NATAL...


DAR PRESENTES NO NATAL É BOM
QUANDO SE VIVE NELE O PRESENTE DE DEUS!



Misturam-se dois tipos de natais. Um é o das vitrines enfeitadas,cintilantes e abarrotadas de coisas e mercadorias. Bastam fantasias e desejos seduzirem a
mente e a vontade e já se embrulham os presentes. E as caixas registradoras ou computadores armazenam os cifrões. Outro é o Natal da Bíblia. O antigo. Imune
ao marketing. Aquele do mistério de Jesus: o grande presente dado por Deus a nós.Pode ser vivido apenas na simplicidade do coração e com a alegria indivizivel da liberdade interior alheia à cultura consumista. Os cristãos conscientes jamais o trocarão pelo das virines. Mas contemplarão absortos na fé o Deus que se encarnou. Adorarão ao Verbo eterno e humanado! Nada impede o êxtase diante desse presente divino: Jesus o Emanuel, o Deus conosco.
Sem dúvida precisamos nos previnir dos enganos e das seduções da mídia e do ambiente de propaganda. O natal da mídia atiça a superexcita a dependência humana das emoções de momentos e da vertigem do consumo oportunista. A mídia parece ter uma varinha mágica. Cria a impressão de um bem-estar, um estado de felicidade acessível a todos.Alimenta a fantasia das crianças e a euforia dos adultos. O único esforço a fazer é comprar presentes e decorar a árvore de natal. Descartam-se as motivações religiosas natalinas.
Ainda que os interesses da propaganda apostem no papai Noel dando-lhe a festa que não lhe pertence, jamais será possível ignorar que nosso grande presente de Natal é o seu dono Jesus Cristo. É por causa dele e nele partilhamos o seu amor na solidariedade sincera uns com os outros. Na extrema pobreza do estábulo de Belém o menino recém-nascido não teve o presente nem o conforto. Mas recebeu o carinho extremo de Maria, sua mãe, e de José, o pai adotivo.
Como é absurdo o Natal se a fé na encarnação não é o presente divino acolhido no coração!


(Pe,Antonio Clayton Sant Anna)

Nenhum comentário: